5 Técnicas e Tipos de Preenchimento labial


Atualmente existem diversas formas de realiazar o procedimento de preenchimento labial, dentre elas estão a utilização de botox, gordura, lasers e até batons para melhorar o volume dos lábios, saiba um pouco mais sobre como funciona cada procedimento.

1. Preenchimento labial com Ácido Hialurônico

O preenchimento labial com ácido hialurônico é o mais utilizado atualmente, pois tem um resultado mais natural, podendo ser moldável e com duração temporária. O procedimento pode ser um pouco desconfortavél e doloroso, por isso algumas vezes é recomendável à aplicação de lidocaína antes do procedimento.

Quando feito com a técnica adequada, não existe risco de ficar com o efeito ‘bico de pato’. O único cuidado após o preenchimento labial com ácido hialurônico e restrição é evitar ao máximo exposição ao sol, sendo que a região poderá ficar um pouco arroxeada após o procedimento. É recomendado que seja realizada uma aplicação a cada seis meses de intervalo.

2. Preenchimento labial com Gordura

preenchimento labial com gordura, tem como objetivo dar mais volume a região, tornando os lábios mais volumosos e projetados. Diferente do preenchimento labial com ácido hialurônico, que tem efeito temporário, o procedimento labial feito com gordura é permanente, sendo que apenas 50% do enxerto feito é reabsorvido pelo organismo.

3. Voluminização Labial

A voluminização labial é uma técnica que utiliza laser, agindo como estimulador do colágeno e melhorando a aparência geral dos lábios. Após o procedimento deve-se utilizar filtro solar e aplicar produtos específicos para recuperação do tecido afetado.

4. Preenchimento labial com Botox

Prenchimento labial com Botox (Toxina Botulínica), é aplicado em pequenas quantidades, provocando a diminuição da contração muscular sem perder os movimentos, esse método também é indicado para pessoas que possuem rugas ao redor dos lábios.

5. Preenchimento labial com Limp Pumpers

Existem métodos provisórios de preenchimento labial sem agulha como por exemplo lip pumpers e batons. Os lip pumpers são bombas de sucção que aumentam por alguns minutos o volume labial, mas que podem deixar marcas ao redor da boca e causar equimose.

Já os batons contêm componentes que causam vasodilatação, como a capsaicina e pimenta, e causam ardência ao aplicar, além de ter a possibilidade de causar uma reação alérgica. Os dois métodos são contraindicados.

Como são procedimentos invasivos das áreas dermatológicas e de cosmiatria, só devem ter sua indicação e execução feitas por médicos. Consulte sempre o seu dermatologista!

Fonte: Dra. Simone Ramos – CRM 6340

Deixe um comentário