Categorias
Reprodução Humana

Infertilidade: como saber se sou infértil?

Quando um casal começa as suas tentativas para engravidar e não tem sucesso, podem se deparar com um problema enfrentado por muitos que desejam ter filhos e a principal dúvida que surge é: será que somos inférteis?

Esse problema é um grande vilão para quem deseja ser pai e mãe, já que representa um risco real de esse sonho nunca ser realizado. Mas, hoje em dia, com técnicas avançadas de reprodução humana, é possível reverter a situação e gerar um filho mesmo quando há a infertilidade do casal. O importante é contar com um diagnóstico correto e a ajuda de um bom profissional de saúde.

Como é feito o diagnóstico da infertilidade do casal?

O médico costuma determinar que há a infertilidade do casal quando a gravidez não acontece dentro do período de um ano de tentativas, ou seja, quando os tentantes mantêm relações sexuais sem o uso de métodos contraceptivos e, mesmo assim, não conseguem engravidar.

Nesse tipo de situação, o médico inicia a investigação dessa possível dificuldade para engravidar de acordo com a individualidade tanto do homem quanto da mulher, buscando encontrar um problema para a infertilidade do casal.

No entanto, alguns fatores podem determinar a necessidade de buscar um diagnóstico antes mesmo desse prazo de um ano, são eles:

  • Mulheres com mais de 35 anos;
  • Histórico de doença inflamatória pélvica;
  • Endometriose;
  • Ciclos menstruais irregulares;
  • Problemas de ejaculação.

Em todos os casos, a realização de exames sempre é necessária para que o médico possa entender o motivo da dificuldade de engravidar e indicar o melhor tratamento como por exemplo uma fertilização in vitro ou inseminação artificial.

Como identificar e principais sintomas da infertilidade masculina

Os problemas com os espermatozoides masculinos costumam ser um dos principais motivos para casos de infertilidade masculino. No entanto, além desses, existem alguns outros sintomas que devem ser analisados de perto para investigar a situação.

Os médicos costumam pedir uma avaliação inicial para mapear o histórico clínico, avaliar a qualidade do sêmen e outros fatores físicos masculinos.

Um dos exames mais pedidos para os homens de um casal infértil é o espermograma, que avalia a quantidade, qualidade e a locomoção dos espermatozoides. Exames de sangue também são necessários para que o médico tenha total conhecimento quanto aos hormônios reprodutivos do futuro pai.

Como identificar e principais sintomas da infertilidade feminina

Uma das principais ferramentas utilizadas pelas mulheres para entender a sua fertilidade é a calculadora fértil. Através dessa técnica, uma mulher com ciclo regular conta, a partir da sua última menstruação, quatorze dias e consegue saber quando será a sua ovulação. Para mulheres saudáveis, esse ciclo acontece entre três dias antes e três dias após a data contada.

Quando ela descobre o seu período fértil, fica mais fácil engravidar se as tentativas foram feitas naquela época. Caso a gravidez não aconteça, está na hora de buscar ajuda médica.

Os médicos costumam indicar uma avaliação do perfil hormonal para determinar a infertilidade feminina. Além disso, também é levado em conta o histórico familiar e genético da futura mãe, que pode ter algumas síndromes relacionadas à infertilidade.

Também comum para identificar a infertilidade feminina, o ultrassom transvaginal é feito durante o ciclo menstrual e aponta se há algum problema ovariano, além de analisar a integridade do útero e endométrio.

Seja qual for o motivo da infertilidade, é sempre importante contar com uma avaliação de fertilidade feita por um médico especialista para sanar todas as dúvidas e indicar o melhor tratamento para que a gravidez aconteça de maneira tranquila.